Romance inédito de Saramago nas livrarias


28 de Setembro, 2014

Fotografia: AFP

O romance inacabado de José Saramago “Alabardas, alabardas, Espingardas, espingardas”, já à venda, é apresentado mundialmente em 2 de Outubro, em Lisboa.

A presidente da Fundação José Saramago, Pilar del Río, tradutora para  espanhol da obra do Nobel, disse à revista “Blimunda”  que o livro “é uma forma de repúdio à violência”.
Os primeiros capítulos do romance do Nobel da literatura incluem notas feitas pelo autor quando o começou a escrever.
“Neles, José Saramago antecipa o andamento e o desenlace da história que pretendia contar”, salienta um comunicado da Fundação José Saramago.
“Alabardas, Alabardas, Espingardas, Espingardas”, título inspirado nuns versos do dramaturgo português Gil Vicente, tem como protagonista o empregado de uma fábrica de armas que vive um conflito moral decorrente do seu trabalho, refere o mesmo texto. A obra do único escritor de língua portuguesa vencedor do Prémio Nobel (1998) tem cerca de 130 páginas.
José Saramago, falecido em Junho de 2010 na ilha espanhola de Lanzarote, publicou, entre outras livros, “A Jangada de Pedra”, “Levantados do Chão”, “O Homem Duplicado”, “Ensaio sobre a Cegueira” e o romance inicial “Clarabóia”, editado postumamente, em 2011. O autor venceu, entre outros, o Grande Prémio de Novela e Romance da Associação Portuguesa de Escritores, o Prémio Camões e o Nobel da Literatura, em 1998.
O escritor nascido em 1922, na aldeia de Azinhaga, que editou em 1947 o primeiro livro, “Terra do Pecado”, é também autor de ensaios e contos.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA