Cultura

Lulas da Paixão anima concerto do aniversário de Malanje

Osvaldo Ferraz | Malanje

O músico e compositor Lulas da Paixão, autor de vários sucessos, foi a estrela da gala realizada na terça-feira, no restaurante Njinga Center, que marcou os 86 anos da cidade de Malanje.

Autor de “Garan” cantou na cidade de Malanje
Fotografia: Eduardo Pedro|Edições Novembro


O músico deliciou os espectadores com um reportório de temas como Pepé, Nguami Maka e Garan, que levou o governador provincial, Norberto dos Santos, a dar um pé de dança com “passadas” de tirar o chapéu.
Em declarações à imprensa, Lulas da Paixão manifestou a vontade de participar em mais espectáculos na terra da Palanca Negra, visando dar a conhecer a sua discografia.
O músico considerou que Malanje já é sua “casa” e não descura o facto da província ser “muito linda”, tendo acrescentado que deveriam ser envidados esforços no sentido de tornar a gala mais abrangente, calorosa e com presença de mais artistas, de forma a saudar condignamente a data.
Lulas da Paixão apelou aos habitantes a tornarem Malanje naquilo que já foi, com mais vida e alegria, sob pena de verem a cidade a perder qualidade de vida.
Um dos compositores mais conhecidos do país, Lulas da Paixão nasceu em 1946, em Luanda, e começou a sua carreira como vocalista do grupo A Caravana em 1957. Onze anos mais tarde integrou a famosa banda Musangola, onde o seu nome se tornou conhecido.
As músicas de Lulas da Paixão são hoje interpretadas por Carlos Burity, Pedrito, e António Paulino, entre outros.
O administrador de Malan-je, João de Assunção, felicitou todos os citadinos e reiterou o compromisso de continuar a trabalhar para responder progressivamente aos anseios dos habitantes de Malanje.
Em simultâneo com a gala da cidade de Malanje, foi realizado na terça-feira um espectáculo com a presença de Puto Lilas, os Namayer, Samara, Pedro Cabenha e os Fofoqueiros do Kuduro.

Tempo

Multimédia