Cultura

Mais Semba Festival reúne talentos

Analtino Santos

Os músicos Dom Caetano, Dina Santos, Legalise e Zé Manico, com o acompanhamento da banda Welwitchia, na qual despontam nomes como Botto Trindade, Joãozinho Morgado, Carlos Timóteo, são as grandes atracções de hoje do projecto “Mais Semba Festival”, que acontece a partir das 19h30, no Palácio de Ferro, em Luanda.

Dom Caetano é um dos músicos convidados de hoje
Fotografia: Dombele Bernardo | Edições Novembro

O projecto, aberto ontem, com a actuação de Elias dya Kimuezo, Massano Júnior, Givago e Tony do Fumo Jr, com o acompanhamento do Conjunto Os Kiezos, tem agendado para amanhã, no mesmo horário e local, a actuação de Robertinho, Calabeto, Voto Gonçalves e Maya Cool.

Para sexta-feira, a organização do festival tem agendada a actuação de António Paulino, Mig, Pedro Cabenha e Lolito da Paixão, com o suporte da Banda Yetu. O encerramento, no sábado, fica a cargo de Carlos Lamartine, Lulas da Paixão e Chiquinha do Bangão, com apoio da Banda Movimento.
O Mais Semba Festival é um projecto para criação de um festival anual de Semba, sob a organização da Fundação Sindika Dokolo e o apoio da Onart. O projecto está enquadrado nas actividades da Bienal da Paz, que arranca hoje, em Luanda, e termina no domingo.
O festival é para os organizadores uma oportunidade de evidenciar o semba e as variantes deste estilo, tendo como principal enfoque a legitimação identitária do género, no contexto da promoção e divulgação da música angolana. O semba, defendem os organizadores, é um símbolo da angolanidade nas mais diversas formas de expressão. O festival que vai surgir deste projecto tem periodicidade anual e acontece em Novembro, durante 12 dias, com a participação de artistas, historiadores, antropólogos, professores de música, produtores e promotores culturais.

Tempo

Multimédia