Cultura

Mais de 4 mil pessoas visitaram a instituição

Um total de 4.222 pessoas, entre nacionais e estrangeiros, visitou de Janeiro a Junho deste ano o Museu dos Reis dos Kongo, localizado na cidade de Mbanza Kongo, província do Zaire.

Museu recebeu nos últimos seis meses milhares de visitantes
Fotografia: Fernando Neto | Mbanza-Congo | Edições Novembro

Entre os turistas estrangeiros, o responsável enumerou cidadãos norte-americanos, portugueses, brasileiros, chineses, cubanos, congoleses democráticos e franceses.
De acordo com o responsável do museu, Luntadila Lunguana, em declarações à Angop, entre os visitantes, constam o candidato do MPLA a Presidente da República, João Lourenço, o presidente da UNITA, Isaías Samakuva, e o embaixador da República Popular da China, Cuim Aimin. Luntadila Lunguana, que é também o chefe do departamento do Património Histórico-cultural da Direcção Provincial da Cultura, disse ter havido um aumento de 417 visitantes em relação ao primeiro semestre de 2016.
O responsável citou também a visita dos deputados da sexta comissão da Assembleia Nacional, de académicos e estudantes universitários provenientes de vários pontos do país e do estrangeiro, assim como de líderes religiosos e empresas nacionais do sector público.
O responsável disse que o aumento quantitativo e qualitativo do número de visitantes ao museu contribuiu para a promoção, divulgação e valorização desta instituição que retrata os hábitos e costumes dos habitantes do antigo Reino do Kongo, assim como expõe objectos de uso pessoal dos seus soberanos.

Tempo

Multimédia