Manifestações culturais marcam o Dia de Angola

António Bequengue e Pereira Dinis | Milão
16 de Setembro, 2015

Fotografia: Paulino Damião

Um conjunto de actividades culturais marcam amanhã, no espaço nacional na Expo Milão, em Itália, o Dia de Angola na exposição universal, em cerimónia presidida pelo Vice-Presidente da República, Manuel Vicente.

O programa alusivo ao Dia de Angola inclui diversas actividades, com destaque para um acto político formal, na praça Expo Center, em Milão, a ser presenciado por altas entidades do Governo italiano, elementos do pavilhão da Itália, da organização da Expo Milão, representantes do corpo diplomático e de outros pavilhões.
O acto político realiza-se entre as 10h00 e as 12h00 e é animado pelo músico Célsio Mambo e o Ballet Tradicional Kilandukilo.
Por ocasião da data desloca-se a Milão uma delegação governamental, encabeçada pelo Vice-Presidente da República, Manuel Vicente, acompanhado de alguns ministros e altos funcionários do Estado angolano.
Do programa do “Dia de Angola” consta um almoço de honra, às 13h00, oferecido pelo Governo italiano e pela direcção da Expo Milão, no pavilhão da Itália, antecedido de visitas aos pavilhões de Angola e de Itália.
A partir das 17h00 é realizado, no Palco Angola, um espectáculo de música, dança e um desfile de moda, animado por Célsio Mambo, Corean Dú e banda, Danny L, Gelson Castro e a Banda Muxima Uami, Gersy Pegado, Kina Ku Moxi e Nanuto. O desfile é da responsabilidade das estilistas Carla Silva, Elizabeth Santos e Nadir Tati.
O embaixador de Angola em Itália, Florêncio de Almeida, e a comissária-geral de Angola na Expo, Albina Assis Africano, oferecem, no mesmo dia, às 20h00, um jantar de gala à delegação vinda de Angola, assim como ao corpo diplomático, entidades da Expo Milão e do Bureau Internacional de Exposições (BIE), detentor da patente das exposições universal e mundial, e a personalidades políticas e empresariais italianas. O Pavilhão de Angola escolheu o dia 17 de Setembro como o Dia de Angola na Expo, para saudar o Herói Nacional e fundador da Nação, António Agostinho Neto.

Artes plásticas


Uma exposição colectiva dos artistas Etona, Tchivinda e Van é inaugurada, amanhã, na Galeria União Nacional dos Artistas Plásticos (UNAP), montada na Expo.
Patrício Batsíkama, curador da exposição, disse ao Jornal de Angola que a mostra fica patente até o dia 30 e os artistas escolhidos vão  dignificar as actividades do Dia de Angola na Expo Milão 2015.
A angolanidade e a identidade nacional estão patentes na mostra, porque a organização decidiu escolher trabalhos de três profissionais de artes oriundos de diferentes pontos do país e com propostas estéticas divergentes, referiu o curado. “Etona traz a experiência do Norte, enquanto Van a do Centro e Tchivinda a do Sul.”
Etona, actual secretário-geral da UNAP, é um escultor que desponta no mercado nacional das belas-artes. Nesta mostra, ele trata a figura feminina com poesia e pós-tragédia. “É um diálogo histórico angolano, onde a Cultura de Paz sobrepõe-se as consequências da guerra”, disse.
Para Patrício Batsíkama, Van é um pensador da apoteose da angolanidade que busca a simbiose entre os alicerces culturais de todas as forças sociais angolanas. “Na mostra, o pintor e gravurista reinventa o “sona”, um símbolo gráfico sobre as várias linguagens da prosperidade humana.”
Por sua vez Tchivinda, destacou o curador, é um romancista pictórico do quotidiano rural, mas centralizado pelo trabalho domiciliar e profissional. “Ao dar voz as pessoas, o pintor realça a reserva sociocultural de que é detentor o espaço rural. Nas suas pinturas a dialéctica rural-urbana torna-se um compromisso.”

Selo comemorativo

Hoje, véspera do Dia de Angola, realiza-se às 16h00 a cerimónia de lançamento do selo comemorativo da Expo Milão dos Correios de Angola e Pavilhão de Angola, numa cerimónia presidida pelo ministro das Telecomunicações e Tecnologias da Informação de Angola, José Carvalho da Rocha. A cerimónia, que conta com as presenças da Presidente do Conselho de Administração dos Correios de Angola, Maria Andrade, e da comissária-geral de Angola na Expo Milão, Albina Assis Africano, é seguida de uma palestra sobre “As Tecnologias da Informação em Angola”, proferida por José Carvalho da Rocha.

Kilandukilo

O grupo Kilandukilo encontra-se em Milão para os festejos do Dia de Angola, na Expo 2015, que se comemora amanhã, com algumas das suas melhores criações artísticas.
Embora em número  reduzido, apenas dez elementos, o Kilandukilo exibe novas criações com destaque para uma peça feita em homenagem ao tema da Expo. “São peças em homenagem aos lenhadores. Vamos apresentar também algumas surpresas, dentre as quais pretendemos valorizar a música folclórica, através da inclusão de instrumentos como a gaieta, dikanza e o batuque nos espectáculos”, disse o responsável do grupo.
Manuel “Maneco” Vieira Dias Tomás adiantou que o grupo se preparou para apresentar espectáculos singulares, nos quais a tradição e os princípios que regem a identidade nacional sejam uma referência.
O kilandukilo surgiu há 31 anos no bairro Maculusso, em Luanda. Actualmente, além de Luanda, tem núcleos no Uíge, Brasil e Portugal. O grupo já actuou em vários países com destaque para Alemanha, França, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Argentina, Brasil, Cuba, Nicarágua, Costa Rica, Singapura, África do Sul, Zimbabwe, Espanha, Japão e Polonia.

Novo recorde


O pavilhão de Angola ocupa a primeira posição, dentre os mais de cem pavilhões da Expo Milão, votados pelo público no site “www.expoadviser.com”. A média diária de visitantes ao pavilhão de Angola cresceu,do anterior recorde, de 12.387, em Agosto, para 15.125, em Setembro. O máximo de visitas num só dia aconteceu no domingo, dia 6, quando visitaram o pavilhão 20.040 pessoas, de acordo com os dados estatísticos.

Europa e África

Por iniciativa da União Europeia o 18 de Setembro foi designado o “Dia da União Europeia e África”, estando programada a realização de uma conferência entre a União Europeia (UE) e a Região Sub-Saariana de África, sobre o tema “Cooperação conjunta para aumentar as oportunidades de investimentos e de negócios”.
Os organizadores informaram que para a iniciativa foram convidados e vão intervir a ministra da Indústria, Bernarda Gonçalves Martins Henriques da Silva, o governador da Província de Luanda, Graciano Domingos, o presidente da Confederação de Negócios Europa-África, Francisco Viana, e a presidente do Comité Director do Colégio de Comissários-Gerais da Expo Milão, Albina Assis.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA