Cultura

Manual mostra passos correctos de semba

Amilda Tibéria |

O professor de dança Josué Neto defendeu, quarta-feira, em Luanda, que a dança semba deve ser ensinada com passos curtos e simples para facilitar o aprendizado.

Professor de dança durante a cerimónia de lançamento
Fotografia: Miquéias Machangongo | Edições Novembro

Para Josué Neto, ao apresentar o seu livro, denominado “Dança Semba - Um Guia Teórico Prático”, na sede da União dos Escritores Angolanos (UEA), o semba é um estilo de dança em constantes mutações, motivo pelo qual é imprescindível numa primeira fase que se transmitem as bases.
O professor fez essa afirmação ao ser questionado se achava normal algumas escolas ensinarem a dançar num único dia, tendo referido que alguns instrutores ignoram os princípios básicos e os instruendos aprendem com muitas deficiências.
De acordo com o professor, “os passos longos são muito demorados, dificultam aprendizagem e retiram a qualidade a dança”, pois a coreografia do semba resulta na verdade de uma síntese das múltiplas influências musicais em Luanda, com realce para o bolero, a rumba, o merengue, a plena, tango e outras.
O livro é um guia teórico e prático didáctico, dirigido a formandos e formadores (professores), com técnicas especificas que facilitam as pessoas para aprenderem a dançar. Além de explicações, a obra tem ilustrações de passos, como o sistema giratório, passos cruzados e de retrocesso, e esquemas devidamente coreografados.

Tempo

Multimédia