Manuscritos disponíveis na Internet


2 de Dezembro, 2014

Os manuscritos originais nos quais o naturalista britânico Charles Darwin forjou durante mais de duas décadas a sua teoria sobre a evolução das espécies estão disponíveis de forma gratuita através da Internet.

A Universidade inglesa de Cambridge e o Museu de História Natural de Nova Iorque elaboraram um projecto conjunto no 155º aniversário da publicação da obra “A origem das espécies” (1859) que permite aceder a mais de 12.000 documentos digitalizados em alta resolução.
“Estes manuscritos constituem verdadeiramente o viveiro da ‘Origem’. Nele, Darwin foi urdindo a selecção natural e a estrutura conceptual que utilizou para apoiar a teoria”, relatou em comunicado o director do projecto, David Kohn.
A biblioteca da Universidade de Cambridge conserva praticamente a totalidade dos trabalhos científicos do naturalista.
Em Junho de 2015 está previsto que saiam à luz, também em formato digital, novos documentos nos quais Darwin esboçou as suas oito obras posteriores a “A origem das espécies”.
As imagens em alta resolução dos manuscritos do cientista publicam-se acompanhadas de uma transcrição literal do seu conteúdo, assim como de notas que põem em contexto as anotações. Os textos vão desde as suas primeiras impressões perante as suas observações durante a longa viagem no ‘Beagle’ até às suas últimas reflexões antes de decidir publicar a sua magna obra.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA