Cultura

Marley Nkosi expõe novas obras na UNAP

Mário Cohen

“Vida e Melodia” é o título da terceira exposição individual do pintor Marley Nkosi, que é inaugurada hoje, às 18h00, no Salão Internacional de Exposições da União Nacional dos Artistas Plásticos (UNAP), em Luanda.

Artista plástica mostra as mais recentes criações de arte
Fotografia: Mário Cohen| Edições Novembro

A mostra, que reúne um conjunto de 20 quadros de pintura, fica patente até ao dia 28, com entradas grátis. Os quadros, explicou o artista, procuram explorar os diversos ritmos musicais nacionais, assim como a beleza da mulher africana, com realce para a angolana.
Depois da mostra, disse, vai deslocar-se à República da Argentina, onde realiza a primeira exposição internacional da carreira. Apesar do convite, o artista reconhece que ainda tem muito caminho a percorrer. “É uma grande oportunidade poder mostrar a riqueza da cultura nacional no estrangeiro”, declarou.
Além do convite para expor na Argentina, o artista disse que vai participar numa mostra colectiva no Brasil, a convite do pintor angolano Mumpasi Meso, porém, para Marley Nkosi, a meta é a conquista do mercado nacional.
Natural da Damba, município da província do Uíge, o artista realizou a primeira exposição em 2017, “Onde Tudo Começou - África o Berço”, na Galeria Tamar Golan. A paixão pelo desenho e pintura levou-o, um ano depois, a realizar a segunda mostra individual, “Melodia e Cores”, desta vez no edifício da Escom, em Luanda.
O artista estudou e obteve a formação em Artes na Academia de Belas Artes de Kinshasa, República Democrática do Congo. Após o regresso ao país, em 2010, Marley Nkosi foi convidado a participar na mostra colectiva da UNAP, que inclui ainda Adão Mussungo, Cristiano Mangovo, Patrício Mawete e Bolondo.

Tempo

Multimédia