Cultura

Martins Mapera lança ensaio “Cinzas de Cão”

O Centro Cultural Brasil-Moçambique, em Maputo, registou na quarta-feira “chuva de letras” no lançamento de um ensaio literário, intitulado “Cinzas de Cão, Ensaios de literatura”, de Martins Mapera.

Fotografia: DR

O ensaio é uma miscelânea de textos nos quais o autor apresenta as suas opiniões e ideias de forma crítica, em torno de obras literárias de dois países lusófonos, Moçambique  e Cabo Verde. “Nós matámos o cão tinhoso” de Luís Bernardo Homwana, “Jesusalém”, “Terra Sonâmbula” e “O bebedor de horizontes” de Mia Couto, “Antologia de Contos” de Lilia Momplé, “O regresso do morto” de Sulemane Cassamo e “Chuva braba” do caboverdiano, Manuel Lopes.
O professor Artur Midnzo, docente da Universidade Pedagógica, apresentou a obra e diz que a crítica literária é normal e os autores não devem temer. A nova obra pode produzir a vontade de ler os livros citados, o que permite um enriquecimento literário.
Para Martins Mapera, a interpretação da obra é difícil e que cada sujeito avalia de acordo com a sua experiência literária. “Cada obra veicula sentidos profundos do ponto de vista pedagógico, educativo, social, antropológico e a literatura é um campo muito grande de educação”.

Tempo

Multimédia