Mauro Oliveira vence concurso

Carlos Paulino | Menongue
3 de Setembro, 2015

Mauro Vieira Oliveira, autor do trabalho “O menino que queria um livro”, é o vencedor da terceira edição do concurso literário “Quem me dera ser onda”, uma iniciativa conjunta entre a União dos Escritores Angola (UEA), Ministério da Educação e Fundação Sol.

A cerimónia de anúncio dos vencedores decorreu terça-feira na cidade de Menongue, província do Cuando Cubango. Sanumbo Valentim Sologe, com o trabalho “A menina Joana”, ficou na segunda posição, e Ebenézer Carvalho Borges, autor de “Diyala Dya Nguzu”, em terceiro lugar. O primeiro classificado recebeu como prémio a quantia de 500 mil kwanzas, o segundo 300 mil kwanzas e o terceiro arrecadou 200 mil kwanzas.
Em declarações ao Jornal de Angola, o administrador executivo da Fundação Sol, Gerson Dinis, realçou que o prémio literário “Quem me dera ser onda” tem como objectivo principal incentivar os estudantes ao gosto pela escrita e leitura a fim de despertar a imaginação e criatividade juvenil.
“O concurso vai continuar a munir os nossos estudantes de capacidade de redacção escrita e gosto pela leitura que é uma das ferramentas fundamentais para o seu desenvolvimento integral e intelectual, no sentido de corresponderem aos desafios do futuro”, disse.
Gerson Dinis elogiou o apoio que os professores têm prestado a todos os alunos que participam neste concurso, por constituir a garantia para o amplo movimento de cidadania. Quanto ao vencedor, reconheceu não só o seu talento em criar histórias, mas também em encontrar palavras que exprimem com exactidão a complexidade do mundo real.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA