Mbanza Congo com museu para objectos encontrados

Fernando Neto | Mbanza Congo
5 de Julho, 2014

No próximo ano começa a ser construído em Mbanza Congo um museu destinado aos objectos encontrados nas escavações arqueológicas que se realizam naquela cidade candidata a Património Mundial da Humanidade, anunciou o governador provincial.

Joanes André fez a revelação à margem da visita de três dias da ministra da Cultura a Mbanza Congo, que termina hoje, para verificar os trabalhos de escavação.
Rosa Cruz e Silva disse aos jornalistas que há todas as razões para a região ter um novo museu, pois já foram inventariadas quatro mil peças que têm de ser conservadas para poderem ser mostradas.
A ministra afirmou que no princípio de Agosto se realiza, em Mbanza Congo, um “Atelier de Interpretação" para a exposição dos materiais arqueológicos recolhidos durante o processo das escavações.
Rosa Cruz e Silva referiu que os arqueólogos estão a analisar os materiais para organizar o atelier, no qual participam especialistas de outros países “para com independência dizerem da justeza" do objectivo das escavações, que é encontrar “a excepcionalidade que a UNESCO exige" à candidatura de Mbanza Congo a Património Mundial da Humanidade.
A ministra salientou a importância da actividade dos arqueólogos que desde Abril trabalham nas escavações e que “houve sítios que tiveram de ser cobertos para evitar a destruição pela chuva" do que já estava feito.
 A ministra disse que o resultado do processo mostra que os objectos encontrados “precisam de ser contextualizados e analisados" para reforçar toda a informação necessária para a constituição do dossier.
O material recolhido nas escavações, declarou, fornecem muita informação relacionada com a população, urbanização e religião, sobretudo, a relacionada com tradições que, apesar da presença dos portugueses, se mantiveram.
Já estão também em Mbanza Congo, os antropólogos americanos John Thorton e Linda Thorton, que vão juntar-se a arqueólogos angolanos, camaroneses e portugueses, no prosseguimento dos estudos.
O projecto “Mbanza Congo, Cidade a Desenterrar para Preservar” foi lançado em 2007, pelo Ministério da Cultura.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA