Cultura

Mediatecas criam hábitos de leitura no Huambo

Adolfo Mundombe | Huambo

O Projecto “Viagem Pela Leitura” está a incentivar o gosto pela leitura entre crianças e adolescestes na província do Huambo, sobretudo os alunos do ensino primário das escolas São José do Cluny, Henriques de Ossó, Casa dos Rapazes, Escola Politécnica e Quissala.

Projecto da Mediateca incentiva hábitos de leitura
Fotografia: Maria Augusta | Edições Novembro

A iniciativa da Rede de Mediatecas de Angola no Huambo tem como objectivo  estimular as crianças e adolescentes a criarem o hábito de leitura a partir de contos e histórias narradas pelos educadores, professores e equipas daquela instituição pública.
No projecto são usadas várias técnicas de interpretação de imagens, textos, oralidade e  escrita para melhor compreensão dos alunos.
A administradora da Mediateca do Huambo disse que a iniciativa orienta a criança para a leitura, estimula os educadores a cultivarem o mesmo hábito e a criar clubes de leitura nas respectivas escolas.
Esperança Catito disse que a instituição que dirige tenciona criar uma oficina de histórias interactivas, uma maneira fácil e divertida de ensinar a ouvir, ler e interpretar os textos recomendados.
De acordo com a administradora, nesta primeira fase, o projecto abrange cinco escolas, na segunda fase vai estender-se a outros centros de educação da província do Huambo e transformar os contos numa narrativa digital, onde as histórias são mais vividas.
Cerca de 80 crianças visitam diariamente uma exposição sobre contos infantis e histórias bíblicas, patente na Rede de Mediatecas de Angola no Huambo, que marcou o arranque do projecto “Viagem Pela Leitura”.
A administradora da Mediateca afirmou que o projecto pretende levar as crianças a abraçarem a leitura, principalmente de contos, usando objectos que ilustram a própria história e tem a Aliança Pró-Evangelização e as escolas participantes nesta fase como parceiros directos.

Tempo

Multimédia