Cultura

Membros do MPLA homenageiam o líder

A União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAC-SA) realizou, sexta-feira, no Palmeiras Club, em Luanda, um sarau cultural, em homenagem ao Arquitecto da Paz, e presidente do MPLA, José Eduardo dos Santos.

Fotografia: DR

Santocas, Carlos Lamartine e Santos Júnior, entre outros artistas membros da UNAC-SA, animaram o convívio em cujo repertório destacaram-se músicas produzidas na década de 70, designadas canções de intervenção.
O espectáculo serviu para reconhecer todo o contributo do presidente do MPLA, enaltecido por várias figuras do partido. Os artistas e membros do Bureau Político e do Comité Central do MPLA consideraram justa e merecida a homenagem feita pela UNAC-SA, ao presidente do partido, José Eduardo dos Santos.
Fernando da Piedade Dias dos Santos disse ser um tributo merecido, para uma figura que durante muito tempo trabalhou com todos, em prol da estabilidade, paz e desenvolvimento.
Para a secretária-geral da Organização da Mulher Angolana (OMA), Luzia Inglês, “desde jovem, José Eduardo dos Santos, entregou-se à luta pelo bem-estar de todo o povo angolano.”
Luzia Inglês acrescentou que o sarau cultural vai, também, de encontro com a apetência que o líder partidário tem para a música, em particular, e à cultura, em geral, lembrando como em determinado momento da vida criou o agrupamento musical "Nzaji", sendo guitarrista e autor de várias canções.
António Pitra Neto considerou que o acto envolve "um sentimento de gratidão por tudo o que o presidente José Eduardo dos Santos fez nos momentos difíceis da trajectória do país", em que a guerra marcava todos os sectores da vida nacional.
Lembrou que dos mais de 40 anos de independência, 27 foram de conflito armado e nesses anos de paz conseguiu trazer o sentido de unidade e harmonia para uma Angola em continuidade, “e este é um dos grandes legados que José Eduardo dos Santos deixará.

Tempo

Multimédia