Mestres de artes chegam aos Emirados


15 de Outubro, 2014

Fotografia: AFP

Obras de arte de Leonardo Da Vinci, Van Gogh, Claude Monet, Henri Matisse e Andy Warhol estão entre as 300 peças emprestadas por 13 instituições francesas para a abertura do museu Louvre de Abu Dhabi.

Uma fonte do museu, obra do arquitecto francês Jean Nouvel, disse que ainda não foi definida a data de abertura, mas a France Press noticiou que deve ser em Dezembro. As 300, algumas das quais do Louvre de Paris, como é o caso de “La Belle Ferronnière, de Leonard Da Vinci, são emprestadas apenas para a abertura do museu de Abu Dhabi.
O auto-retrato de Vincent Van Gogh, do Museu de Orsay, “La Nature Mort ao Magnolia”, de Henri Matisse, e “Big Electric Chair”, de Andy Warhol, ambas do Centro Pompidou, são outras das obras emprestadas.
O acordo entre Paris e Abu Dhabi, assinado em 2007, tem a duração de 30 anos durante os quais a Agência France-Museu do Louvre nos Emirados põe de pé a obra, com um valor total de mil milhões de euros. Para acolher o futuro museu está a ser construído um edifício orçado em 500 milhões de euros.
O futuro museu, que fica junto ao mar, na ilha de Saadiyat, tem 64 mil metros quadrados, seis mil dos quais para colecções permanentes e dois mil para temporárias. Os avanços nos trabalhos e a maqueta do edifício são apresentados dentro de meses, em Paris, numa exposição de arte, à qual foi dada o nome “O Nascimento de um Museu”. Uma fonte do Museu do Louvre de Paris afirmou à France Press que os Emirados Árabes Unidos não censuram a nudez, nem qualquer símbolo religioso. 
“Nenhuma obra foi recusada”, garantiu e sublinhou que “foram os próprios emirados a comprar uma tora yemenite (judaica), uma estátua hindu, um buda e várias peças africanas”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA