Militantes sunitas destroem símbolos


25 de Junho, 2014

Os combatentes sunitas, que na semana passada tomaram várias zonas  do norte do Iraque, são acusados de destruíram “símbolos da herança cultural do país em Mosul, incluindo estátuas e o túmulo de um filósofo medieval”.

Testemunhas disseram que os guerrilheiros do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIL) destruíram as estátuas de Othman al-Mousuli, músico iraquiano do século XIX, e de Abu Tammam, poeta árabe da era abássida. Os militantes, que consideram a veneração de túmulos proibida pelo Islão,  realizaram acções idênticas na Síria.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA