Cultura

Ministério anuncia estratégias para valorização da música

A ministra da Cultura defendeu, domingo, em Ndalatando, uma maior valorização da música e da dança por espelharem as tradições, usos e costumes e a história de cada região.

Fotografia: Nilo Mateus | Edições Novembro | Ndalatando

Ao discursar no encerramento da primeira edição do Festival da Música e da Dança Tradicional, Carolina Cerqueira afirmou que o seu pelouro está apostado na adopção de políticas viradas a uma maior promoção e preservação da música popular e tradicional.
A ministra realçou que a promoção do festival  consta da aposta em assegurar que a música popular e a tradicional sejam fontes de rendimentos para os seus fazedores.
Para o alcance do referido desiderato, adiantou que o Ministério da Cultura vai adoptar estratégias que assegurem a profissionalização dos artistas, designadamente cantores, dançarinos e instrumentistas, bem como a realização regular de concertos regionais.
Carolina Cerqueira reconheceu que os promotores da música
e da dança tradicional enfrentam inúmeras dificuldades de índole social e técnico-profissional que devem ser invertidas com o auto-sustento, através de geração de postos de trabalho.
“Esta iniciativa vai contribuir para que no futuro possamos permitir que haja uma geração de emprego, porque hoje os marimbeiros e tocadores
de músicas tradicionais ganham pouco e mal.”
O Ministério da Cultura, disse, vai ajudar a promover a música tradicional e popular, promovendo pesquisa, recolha e gravação de discos.

Tempo

Multimédia