Ministério da Cultura promove municípios

Roque Silva|
25 de Janeiro, 2015

Fotografia: Rogério Tuti

A ministra da Cultura garantiu que o seu ministério vai prestar mais atenção aos programas municipais e às infra-estruturas destas localidades, com capacidade para actividades culturais.

Rosa Cruz e Silva disse, no Hotel Alvalade, em Luanda, durante a entrega de diplomas de honra e mérito a individualidades ligadas às artes, que a execução e dinamização das acções e manifestações culturais e a manutenção dos espaços devem envolver toda a sociedade.
A ministra da Cultura afirmou que vai continuar a apostar no resgate dos valores éticos, morais e culturais, para imortalizar as referências da cultura nacional. “A publicação de mais conteúdos sobre o património material e imaterial de Angola e a realização de conferências, palestras, seminários e debates continuam na agenda do Ministério.”
O objectivo, destacou, é dar informações e potenciar os angolanos de conhecimentos sobre a arte e a História de Angola, destacar as suas figuras mais emblemáticas. “Os futuros desafios do país ajudam a desenvolver as artes através da promoção da formação técnica e científica”, disse.
Entre as figuras destacadas foram distinguidos o Banco Nacional de Angola, os Correios de Angola, o centro O Canto de Catete, a Rádio Nacional de Angola (RNA) e a Televisão Pública de Angola (TPA).
Os diplomas de mérito foram para Jerónimo Belo, João Leite de Carvalho, Joaquim Viola e Manuela Lucinda Lopes Serra Arcanjo.
A ministra afirmou que o Ministério da Cultura vai continuar a mobilizar o apoio das empresas públicas e privadas, “motores fundamentais no processo de desenvolvimento da cultura”.
O Ministério da Cultura, disse, “ao distinguir estas figuras é um gesto de reconhecimento e o sector empresarial é uma pedra basilar no fomento das artes, porque a modernização do sector implica o uso de recursos avultados que não podem ser assumidos ou mobilizados unicamente pelo Executivo”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA