Cultura

Ministério quer apoio para abertura de salas

A mensagem do Ministério da Cultura alusiva ao 27 de Março, Dia Mundial do Teatro, destaca a importância de salas apropriadas para acções culturais, em particular para o teatro, que permitam aos grupos apresentarem as suas peças com a regularidade desejada.

Cine Teatro Nacional está encerrado há mais de três anos
Fotografia: Contreiras Pipas| Edições Novembro

A efectivação do propósito, de acordo com o conteúdo da mensagem, deve merecer a colaboração dos governos provinciais e do empresariado nacional.
A mensagem, tornada pública ontem, é dirigida aos agentes culturais ligados ao mundo do teatro. O documento refere, que o departamento ministerial incentiva a iniciativa do titular do poder executivo para a implementação do projecto de transformação do antigo edifício da Assembleia Nacional em Palácio da Música e do Teatro, à requalificação da Tourada, do Cine Nacional e do Teatro Avenida que “vai agregar valor à cultura nacional e dar a possibilidade dos grupos de teatro e não só, desenvolverem as suas actividades em espaços com mais dignidade”.
O Ministério da Cultura ressalta, ainda, o trabalho dos encenadores, actores, críticos, responsáveis e gestores de grupos teatrais, assim como de entidades que ao serviço de organismos públicos e privados, associados ou individualmente, têm participado no desenvolvimento do teatro angolano.
Na visão do Ministério  da Cultura, o 27 de Março deve servir de reflexão aos desafios que o teatro impõe e apela à sensibilidade da opinião pública, para a sua importância na sociedade.
Na mensagem, são encorajadas as Associações de teatro a prosseguirem com as suas acções de divulgação dos objectivos e tarefas, e  criarem representações nas províncias de formas a ajudarem a reforçar a organização e funcionamento dos grupos para a realização de oficinas e seminários, assim como sugerir acções que melhorem o desenvolvimento do teatro nas comunidades. O Dia Mundial do Teatro, foi instituído pelo Instituto Internacional de Teatro, da UNESCO.

Tempo

Multimédia