Cultura

Ministra da Cultura reforça a cooperação

O reforço da cooperação cultural, com maior ênfase para a vertente de formação artístico cultural, o intercâmbio e a troca de experiências entre Angola e a Argélia, constam da agenda da ministra da Cultura, em visita desde domingo ao país do norte de África.

Fotografia: Jaimagens | Edições Novembro

A convite do embaixador da Argélia no nosso país, Larbi Latrach, Carolina Cerqueira vai  inteirar-se de aspectos ligados ao relançamento e dinamização da cooperação cultural, a realidade cultural argelina e as diversas valências do Estado do Magrebe, com laços históricos de amizade e cooperação com Angola.
Em Fevereiro passado, durante uma audiência concedida ao diplomata, Carolina Cerqueira havia destacado a necessidade de formação nas áreas de história, museologia, antropologia, artes plásticas e música.
O embaixador Larbi Latrach assumiu a disponibilidade de a Argélia contribuir para o desenvolvimento destas áreas, cabendo à parte angolana identificar as suas necessidades. O director do Gabinete Jurídico, Aguinaldo Cristôvão, a directora do Instituto Nacional para os Assuntos Religiosos, Ruth Mixinge, e a directora do Gabinete de Intercâmbio, Suzana Sousa, integram a delegação angolana.

Cultura argelina

O árabe é uma das línguas  na maioria das obras literárias, como as dos dramaturgos Ksentini e Mahiedine, e da do poeta Mohamed al-Id, embora existam, também, autores que publicam em francês, o que faz da Argélia o segundo maior país francófono do mundo em termos de falantes.  A maioria é de descendentes de árabes e berberes. O país conheceu um período de esplendor cultural na época do Califado Almóada, nos Séculos XII e XIII, que coincidiu com o apogeu da civilização andaluza. A influência berbere se manifestou sobretudo no campo da literatura, em que se destacaram os poetas al-Qalami, no Século XII,  e ibn al-Qafun. Mais tarde continuou-se a cultivar as ciências e os estudos de tecnologia, até que, com o início da colonização francesa em 1830, a cultura assimilou-se progressivamente à da metrópole.

Tempo

Multimédia