Ministra quer mais divulgação do acervo

Manuel Albano |
4 de Outubro, 2014

Fotografia: Domingos Cadência

A ministra da Cultura, Rosa Cruz e Silva, disse ontem em Luanda ser importante dar mais visibilidade ao acervo bibliográfico da Biblioteca Municipal de Luanda, que a 1 de Dezembro celebra 141 anos de existência.

Ao falar à imprensa no final de uma visita àquela instituição pública, enquadrada no programa da rede nacional de bibliotecas, realçou a necessidade de se “devolver o peso histórico do acervo da biblioteca”, para melhor divulgar as figuras histórias ligadas à instituição.
A ministra considerou que os conteúdos existentes na Biblioteca Municipal de Luanda precisam de um programa específico, de maneira a atrair um maior número de estudantes. “Todo esse conhecimento precisa de uma divulgação mais activa e presente. Queremos que o acervo seja do conhecimento e fonte de pesquisa para todos”, disse.
Rosa Cruz e Silva pretende que os documentos da biblioteca esteja mais disponíveis aos estudantes e investigadores, por reunir muito material sobre a vida do país e dos séculos passados.
A ideia, explicou, é permitir que a História do país e seja conhecida pelo angolanos. “É importante que nos sintamos orgulhosos em conhecer o passado dos angolanos e preservar a memórias histórica da Angola”. O Ministério da Cultura tem realizado formações de curta duração dentro da Biblioteca Nacional, mas para a ministra “são necessários mais bibliotecários”. “Precisamos que a Biblioteconomia se desenvolva em Angola como em qualquer outra parte do mundo. Precisamos de quadros formados, pelo facto de estarem a surgir também várias bibliotecas municipais”.
Com quadros qualificados, salientou, as bibliotecas vão estar melhor servidas em termos de classificação, organização, conservação e divulgação do acervo.
A ministra, que esteve acompanhada pelo governador de Luanda, Graciano Domingos, determinou que seja feito um levantamento do actual estado e dos diferentes níveis de deterioração do acervo bibliográfico. Além disso, recomendou aos directores da Biblioteca Nacional e da Biblioteca Municipal de Luanda que trabalhem no programa de actividades alusivo às celebrações dos 141anos da Biblioteca Municipal de Luanda.
O objectivo é dar mais visibilidade às acções realizadas naquela instituição pública, por ser uma das mais antigas da África Subsariana.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA