Cultura

Misticismo nas obras de Mumpasi Meso

Roque Silva

Mumpasi Meso inaugura, sexta-feira, às 18h00, na galeria Tamar Golan, em Luanda, a exposição “O Teclado Cósmico”, sobre a espiritualidade, temática apostada pelo artista plástico em futuros trabalhos.

Artista expõe as suas mais recentes criações na Tamar Golan
Fotografia: Paulino Damião| Edições Novembro

A mostra, aberta ao público até ao dia 6 de Setembro, é composta por 15 obras, dos quais 12 quadros e três esculturas, resultado da experiência adquirida, durante a vivência em Angola e no exterior, onde expôs grande parte do seu trabalho, nomeadamente, África do Sul, França, Bélgica, Brasil, Gabão e Portugal.
Os quadros pintados a base de tinta acrílica sobre tela virgem em temas como “Fenómenos”, e “Energia”, enquanto as esculturas feitas em papel machê descrevem fenómenos e energias que o inspiram e causam fluxos que deixam a mente agitada. Mumpasi Meso disse ontem que a exposição marca uma nova era na sua carreira, porque os trabalhos têm traços diferentes das anteriores. "As formas, imagens e personagens são um modelo diferente que tem sido habitual nos meus trabalhos”, precisou.
O artista ublinhou que para a feitura da exposição teve como fonte de inspiração o teclado do computador e os sons por ele emitido aquando da sua utilização.
O professor de História das Artes Filipe Vidal disse que a obra de Mumpasi Meso se vislumbra a subtileza, musicalidade, cor, que dá ritmo e uma velocidade agradável às suas telas, como se tratasse de uma pauta de coloridas sinfonias em simetrias transversais. Os mosaicos de Mumpasi, ainda segundo Filipe Vidal, elevam-nos entre as paisagens naturais e fisionómicas do artista, onde reina sempre a harmonia de cores.

Tempo

Multimédia