Cultura

Monumento à mulher reabilitado no Huambo

A estátua monumental antropomórfica, criada para representar a mulher, na época colonial, no Huambo, vai ser requalificada, ainda este ano, no âmbito do programa de valorização, preservação e conservação dos locais históricos e culturais da província, informou, ontem, a Angop.

Director do Gabinete da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, José Albano Manuel
Fotografia: DR

A informação foi prestada pelo director do Gabinete da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, José Albano Manuel, para quem a obra de escultura, em betão, localizada na avenida da Granja, por detrás do pavilhão Serra Van -Dúnem, é uma referência local, criada na época para destacar as virtudes da mulher.
O programa de requalificação está incluído no Orçamento Geral do Estado e contempla a reconstituição da estátua, de quase dois metros, e a sua base que prevê a melhoria da zona adjacente.
Para os trabalhos de reabilitação, José Albano Manuel disse que foram disponibilizados 2.740.424 kwanzas que vão ser usados na empreitada, cuja construção deve levar menos de cinco meses.
Além da reabilitação da estátua, o Gabinete da Cultura da província pretende realizar, este ano, um estudo sobre os cinco reinos da região (Hua- mbo, Tchiyaka, Sambo, Bailundo e Tchingolo), classificados há três anos como monumentos e sítios de valor nacional. A iniciativa, explicou, aguarda pela disponibilização do dinheiro, pode custar aos cofres do Estado 3.090.807 kwanzas. O objectivo é ajudar na valorização da história dos antigos cinco grandes reinos umbundu.

Tempo

Multimédia