Morreu Nobel da literatura Gunter Grass


14 de Abril, 2015

O Prémio Nobel da Literatura Günter Grass, considerado um dos principais escritores e vozes da Alemanha do pós-Guerra, mundialmente conhecido pelo livro “O Tambor”, de 1959, morreu ontem, anunciou a editora Steidl.

O escritor alemão tinha 87 anos e morreu na cidade de Lübeck, norte da Alemanha. Günter Grass, autor de uma extensa obra, distinguida em 1999 com o Nobel da Literatura, nasceu em Danzig, actual Gdansk na Polónia, em 1927, filho de pai alemão e mãe polaca. Ainda jovem, serviu no Exército alemão durante a II Guerra Mundial, embora apenas muito mais tarde tenha confessado que pertenceu à tropa de elite Waffen-SS, na autobiografia “Descascando a Cebola” publicada em 2006. No livro conta que tinha 17 anos quando foi levado para um campo de prisioneiros norte-americano. A revelação surpreendeu porque Grass, além de ser considerado uma das vozes da Alemanha do pós-Guerra, politicamente sempre foi alinhado à esquerda. Depois de ferido e detido em 1945 na Checoslováquia e libertado no ano seguinte voltou a estudar artes, instalando-se em Paris como escultor e escritor. Em 1956 publicou o primeiro livro, “O Tambor”, que teve êxito mundial. O livro foi posteriormente adaptado para o cinema pelo realizador Volker Schloendorff, o que lhe valeu uma Palma de Ouro em Cannes.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA