Morreu o artista Moisés Kuanza


24 de Maio, 2016

Fotografia: Paulino Damião

O artista plástico angolano Moisés Kuanza morreu, na sexta-feira, vítima de doença, em Berlim, onde residia desde 1990.


Natural do Cuito,  Moisés Kuanza nasceu em 1962 e dedicava-se à pintava a óleo sobre tela, tendo realizado várias exposições individuais e participou em colectivas no país e na Alemanha. Considerado um artista visionista, naturalista, realista e surrealista que se inspirava nos hábitos e costumes das diversas culturas do país, retratava questões ligadas à família, sociedade, religião, conflitos armados e natureza.
Participou no projecto “United Buddy Bears” (Ursos Camaradas Unidos), tendo pintado uma das 140 esculturas de urso, sendo os autores embaixadores para uma convivência conjunta e pacífica da humanidade.  As figuras são colocadas lado a lado, de mãos dadas, pacificamente, intencionalmente para promover a tolerância e o entendimento mútuo entre as diversas nações, religiões e culturas.  O urso pintado por Moisés Kuanza, denominado “Mãe Angola”, destacava-se pelos motivos angolanos, particularmente o “Pensador”, imagem que simboliza a cultura nacional.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA