Cultura

Mostra

Amilda Tibéria |

Amizade, amor e espiritualidade humana, sentimentos que ligam as pessoas, são as mensagens transmitidas nas pinturas do artista plástico Silvestre Quizembe, patentes desde terça-feira no Camões - Centro Cultural Português, em Luanda, na exposição individual denominada “Unirmandade”.

Artista plástico mostra ao público as mais recentes criações
Fotografia: Domingos Cadência | Edições Novembro

Segundo o artista plástico, as obras expostas na mostra “Unirmandade” traduzem a convivência e a união harmoniosa entre os homens, que para personificar unirmandade (união entre irmãos), o pintor recorreu à figura da mulher. A exposição fica patente ao público até ao dia 30 deste mês.
Através da exploração cromática, com um traço característico, o autor delineou figuras humanas, particularmente crianças “reinventadas”, numa conjugação entre o real e o imaginário, figurativo e abstracto. Num conjunto de 16 telas, com técnica mista em acrílico e óleo sobre tela, Silvestre Quizembe destacou a obra “A Realidade de um Sonho”, porque algumas pessoas simplesmente sonham e outras vão atrás dos seus sonhos, usando mecanismos para torná-los reais.
Silvestre Quizembe nasceu em 1991, no município de Quitexe, província do Uige. Fez os seus estudos primários na escola Ngola Tita e frequentou o ensino secundário na Escola Missionária Nossa Senhora das Graças. Desde a formação primária que demonstrou interesse pela arte. Aos 12 anos, começou a frequentar vários ateliers de artesãos, pintura e escultura, ainda em Quitexe.

Tempo

Multimédia