Mostra de arte no Camões

Mário Cohen |
26 de Setembro, 2015

Fotografia: Reuters

Um conjunto de 24 pinturas da artista portuguesa Ana Leonor Madeira Rodrigues ficam expostos ao público a partir do dia 1 de Outubro, às 18h30, no Instituto Camões, em Luanda, na mostra denominada “O meu Laboratório”.

A directora do Instituto Camões, Teresa Mateus, disse ao Jornal de Angola, que é a primeira vez que Ana Leonor Madeira expõe em Angola. A exposição, feita com base nas técnicas de óleo e acrílico, fica patente até ao dia 15 de Outubro.
“É uma pintora que expõe regularmente, em vários países, desde os anos 90”, disse Teresa Mateus, acrescentando que este trabalho da artista investiga e regista um acidente bacteriológico que a mesma inventou, de forma a alterar a relação entre espaços interiores e os seus habitantes.
A autora da mostra explicou que a denominou de “O meu Laboratório”, por ser o lugar onde mistura elementos físicos, químicos, biológicos e afectivos para construir o mundo inventado de “Burned by Blue”. “São trabalhos integrados num projecto mais alargado desenvolvido há alguns anos, não só em pintura, como também em vídeo, instalação e performance, e tratam da infestação de criaturas amigáveis e simbióticas com os humanos, nos espaços onde habitamos”, aclarou.
Através deste projecto, Ana Leonor Madeira disse conseguir abordar todos os assuntos que a fascinam como o claro-escuro das sombras, os brilhos das superfícies, os vestígios dos actos dos humanos e o seu encanto pela natureza, em todos os seus níveis macro ou microscópicos.
Ana Leonor Madeira tem publicados os livros “O Desenho, Ordem do Pensamento Arquitectónico”, “O Desenho”, “Queimado por Azul” e “Ensaios nas Margens do Futuro, Sentidos e Significações”.
A artista fez a sua licenciatura em Artes Plásticas na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, actual Faculdade de Belas Artes, assim como estudou na Alemanha primeiro em Munique e depois em Berlim, como bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian.
Doutorada em Arquitectura e Comunicação Visual é actualmente professora associada da Faculdade de Arquitectura, na Universidade de Lisboa. Como investigadora tem mostrado interesse pelo processo cognitivo do acto de desenhar, assim como pelos problemas de identidade cultural.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA