Mpambukidi expõe bronze no Futungo

Mário Cohen |
16 de Agosto, 2016

Fotografia: Mário Cohen

“Exposição Monumental” é o título da quadragésima exposição individual do escultor Mpambukidi Lunfini inaugurada amanhã, às 10h00, no Centro de Formação Política do Partido MPLA (CEFOP), no Futungo II, em Luanda.

A mostra que fica patente até  sábado, junta 14 obras produzidas em bronze. A exposição, segundo o artista, tem como objectivo "vitalizar o VII Congresso Ordinário do MPLA". Em declarações ao Jornal de Angola, Mpambukidi referiu ser grande orgulho para a sua carreira artística expor na actividade do Partido dos camaradas.
“No país existem muitos escultores, por isso ser o único escolhido para expor durante os três dias do congresso é bastante significativo para minha miúda carreira que tem ainda muito caminho a percorrer”, disse.
Entre as obras expostas no pátio do Futungo II, que representam usos e costumes dos povos de Angola, destacam-se o pensador, actividade cultural e doméstica de diversas mulheres do território nacional e alguns materiais bélicos utilizados na guerra civil que assolou o país quase quatro décadas, assim como o busto de Agostinho Neto e a insígnia da República, esta última com 2,2 metros de altura e três toneladas de peso.
O escultor revelou que este ano vai inaugurar a primeira fase do seu instituto de belas-artes, no município de Cacuaco. A primeira fase, que já está concluída, é constituída por um atelier e uma oficina de fundição das peças. Apesar da exposição estar aberta ao público, Mpambukidi Lunfidi acredita que a mostra vai estar à disposição dos delegados e membros do MPLA que vão participar no VII Congresso.
Nos anos 80, o escultor realizou duas exposições, na União Nacional dos Artistas Plásticos (UNAP) e na Embaixada da Grã-Bretanha em Angola. Mas foi no estrangeiro que o seu trabalho teve mais visibilidade, na década de 1990. “Realizei mais exposições individuais e colectivas no estrangeiro do que no país. Em todas as que participei, mostrei ao mundo a nossa cultura através das minhas obras.”
O artista tem duas esculturas expostas na Igreja do Vaticano, oferecidas pelo Presidente da República ao Papa João Paulo II. Na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, encontra-se a obra “O Pensador”.
Mpambukidi foi considerado, em 1988, o melhor artista plástico africano, na Califórnia, Estados Unidos, e em 1994 arrebatou o prémio da União Europeia, na V Bienal do Centro Internacional de Civilizações Bantu (CICIBA), em Brazaville, na República do Congo.
Tem obras de enquadramento decorativo no Banco Nacional de Angola (BNA), na Nova Cimangola e no Banco de Comércio e Indústria (BCI), em Benguela.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA