Banda Kassav actua na Baía de Luanda

Mário Cohen
6 de Março, 2015

Fotografia: Kindala Manuel

A banda antilhana Kassav, os músicos brasileiros Seu Jorge e Mart’nália e o grupo de dança contemporânea português Batoto Yetu são as grandes atracções da terceira edição do festival Sons do Atlântico que se realiza, amanhã, a partir das 18h00, na  Baía de Luanda.

Além dos artistas estrangeiros, a organização do festival não deixou de fora a “prata da casa”, tendo seleccionado os artistas Paulo Flores, Matias Damásio, Puto Português, Yannick, dos Afromam, Ary e Zona Cinco. O festival conta  com a participação de DJ Djeff e Heavy K.
A presente edição do festival Sons do Atlântico está inserida nos festejos dos 40 anos de Independência Nacional, que se comemora a 11 de Novembro, sob o lema “Angola 40 anos: Independência, Paz, Unidade Nacional e Desenvolvimento”.
Ana Maurício, porta-voz do festival, confirmou ontem, ao Jornal de Angola, que os músicos estrangeiros têm a chegada a Luanda prevista para hoje, que também é o dia reservado para o ensaio geral, previsto para o período entre as 10h00 e as 21h00, no local do espectáculo.
A porta-voz do festival avançou que a cantora Ary teve de interromper a sua permanência em Lisboa onde está a gravar  um novo videoclipe, para o compromisso assumido com a organização do festival.
Para este ano, a organização do festival prevê realizar um espectáculo diferente com a montagem de dois palcos e uma programação intercalada, com o objectivo de diminuir as pausas de actuação dos músicos e aumentar o ritmo da festa.
Júlio Leitão, fundador e director artístico do Batoto Yetu, mostrou interesse em abrir uma escola no país, em parceria com a fundação Cochan, e com a sua vinda ao país o artista pode alimentar ainda mais a concretização do seu sonho. Com a abertura de uma escola Batoto Yetu em Angola, Júlio Leitão tenciona trazer ao país o espírito deste grupo de dança contemporânea, com uma “sanzala cultural” que funciona como um laboratório criativo na qual crianças e jovens vão assimilar e divulgar as arte tradicionais.
O grupo está em Luanda desde 15 de Fevereiro e, até ao dia do festival, a sua agenda prevê uma acção de formação de dança para crianças no Elinga Teatro.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA