Cultura

Cantora lança e autografa novo disco amanhã

O segundo disco da cantora e compositora Nazarina Semedo, “Sem Igual”, vai estar ao dispor do público amanhã, a partir das 8h00,  na Praça da Independência, em Luanda.

Fotografia: Edições Novembro


A obra, com nove temas, é uma produção do Sandokan, Dj Mania, Rey Weba e Amarildo (Yoyo). Nazarina Semedo, que canta maioritariamente kizomba e semba, traz uma mensagem, sobretudo, de amor e factores sociais que abrangem os relacionamentos, com a participação dos músicos Calo Pascoal, Agre G, Father Mack e os Man dos Santos.
Além do duo Soft Voices, Nazarina Semedo participou em vários projectos de músicos angolanos, tais como Beto Max, e um outro dueto com a compatriota Djamila D’Elves.
A artista diz ter entrado no mundo da música por incentivo do cantor Chissica Arts, já falecido.
Nazarina de Fátima Abrigada Semedo Paim, de nome artístico “Nazarina Semedo”. Nasceu a 17 de Junho de 1981, em Angola, na província de Luanda, numa família de pais protestantes confessos, de classe média.
Começou a sua carreira musical nos anos de 1996 na Igreja Metodista Unida Central (Protestante). Iniciou aulas de guitarra, pois era adepta deste instrumento musical. Contudo, por conselho do seu ex-professor Mateus Júnior, recebeu au­las de canto, uma vez que não via melhorias nas aulas de guitarra.
Este seu mentor notara que Nazarina possuía um timbre vocal que lhe havia despertado a curiosidade para o canto, tendo então sugerido à cantora que frequentasse aulas de vocalizacão, a fim de trabalhar melhor a voz, o que poderia vir a dar bons resultados nesta área da arte.
Em 2005 concretiza o seu sonho ao conseguir apoios para a gravação do seu primeiro álbum discográfico “Alguém como tu”, gravado em Luanda, Lisboa e Paris.

Tempo

Multimédia