CD de Madonna roubado e colocado na Net


6 de Fevereiro, 2015

O último trabalho de Madonna, “Rebel heart”, o 13º álbum de estúdio da carreira da cantora, foi novamente usado ilegalmente, desta vez na totalidade, na internet, a um mês e meio de ser lançado oficialmente.

Vários sites oferecem a possibilidade de escutar as 25 músicas roubadas da edição “super deluxe” do álbum que a artista norte-americana planeava lançar no dia 10 de Março, como continuação do álbum “MDNA”, lançado em 2012.
Madonna  teve de gravar e “masterizar” o mais rápido possível as versões definitivas de seis “demos” de “Rebel heart” que foram roubados e colocados ilegalmentena internet em Dezembro do ano passado: “Living for love”, “Devil pray”, “Ghosttown”, “Unapologetic Bitch”, “Illuminati” e “Bitch I'm Madonna”, este último gravado com Nicki Minaj.
Um mês depois, a polícia israelita prendeu um “hacker” responsável pelo incidente, o que rendeu elogios públicos a Madonna.“A invasão da minha vida, criativamente, profissionalmente e pessoalmente, continua a ser uma experiência profundamente danosa e devastadora, como também deve ser para todos os artistas vítimas desse tipo de crime”, comentou ela nas redes sociais. Madonna, que chegou a comparar o ataque virtual ao “terrorismo”, ainda não fez nenhuma declaração após o novo roubo, que desta vez divulgou todas as músicas do álbum.
Kanye West, Avicii, Ryan Tedder, Nas, Diplo e até mesmo o pugilista Mike Tyson estão entre os colaboradores que participaram no novo álbum, que foi gravado em estúdios de Nova Iorque, Los Angeles e Londres.
Madonna Louise Ciccone, mais conhecida como Madonna, é uma cantora,  actriz, dançarina e produtora musical e cinematográfica norte-americana.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA