Comunidade rastafari recorda Bob Marley


13 de Maio, 2016

Fotografia: reuters

A comunidade rastafari da Huíla homenageou na quarta-feira, no Lubango, o célebre músico jamaicano Bob Marley, com uma palestra sobre o “Tributo e a obra do cantor”.

O coordenador da comunidade rastafari na Huíla, Ngoma Damásio, disse que os fãs aproveitaram a ocasião para lembrar os feitos de um dos maiores ícones da música mundial, falecido há 35 anos, vítima de doença, mas cuja obra continua a ser actual e uma fonte de inspiração de novos artistas, pelo teor das suas mensagens.
A música de Bob Marley, destacou Ngoma Damásio, continua a manter uma unidade que vai além de crenças, raças, fronteiras e culturas. “Os seus temas são símbolo de protesto, emancipação e de liberdade a favor dos oprimidos e pobres”, reforçou.
A sua música, continuou, denuncia questões sociais e políticas da sua terra natal e de África.
Bob Marley foi um cantor, guitarrista e compositor jamaicano, que morreu em Miami, nos Estados Unidos, no dia 11 de Maio de 1981, vítima de doença.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA