Concerto inesquecível encerra o FENACULT

Mário Cohen|
22 de Setembro, 2014

Fotografia: Eduardo Pedro

O estádio nacional da Cidadela Desportiva, em Luanda, voltou a ser o palco do Festival Nacional de Cultura (FENACULT), 15 anos depois, ao albergar no sábado o espectáculo de encerramento, no qual actuaram alguns dos músicos que participaram na primeira edição, em 1989.

Os artistas seleccionados souberam dignificar o concerto que marcou o fecho das actividades do II FENACULT. Carlos Lamartine, Robertinho e Derito foram alguns dos que fizeram vibrar os presentes com as suas músicas.
Visivelmente alegre, disse: “São muitos anos ausente, mas vim para vos agradar com as minhas músicas. E que regresse a Festa da Cultura.”
Com o semba a predominar nas actuações, Bonga subiu ao palco para interpretar três dos seus maiores sucessos e no final agradeceu ao público, dizendo que é um grande prazer cantar em Angola. O espectáculo começou a aquecer com as actuações de Waldemar Bastos, Paulo Flores, Yuri da Cunha, Yannick, Margareth do Rosário, Patrícia Faria, Ricardo Lenvo, Bambila e Nelo de Carvalho.
Yuri da Cunha, no seu jeito habitual, fez o público pular e dançar ao ritmo de “Tú és amor” e de temas como “Pula”, “Amiga com postiço”, “Corre corre” e “Amiga que bebe”.
O espectáculo tornou-se particularmente emocionante quando, durante 20 minutos, o fogo-de-artifício iluminou o céu da Cidadela.

Próxima edição


Sob o olhar atento da Ministra da Cultura, Rosa Cruz e Silva, e convidados, com destaque para o ministro da Administração do Território, Bornito de Sousa, foi dado por encerrado o II FENACULT. Que venha o próximo, em 2018.
Santocas, director artístico do Festival Nacional de Cultura (Fenacult), considerou sábado, em Luanda, que as experiências retiradas desta segunda edição da festa popular da cultura servirá para que os próximos eventos tenha melhorias e maior participação.
Falando à imprensa na cerimónia de encerramento do FENACULT ocorrido na Cidadela Desportiva, Santocas disse que após 25 anos de ausência da iniciativa foi possível tirar elações para que as próximas edições atinjam um nível de excelência satisfatório.
Reconheceu que apesar dos quatros meses de preparação, a organização deu uma resposta satisfatória, projectando as próximas edições com maior tempo de preparação.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA