Cultura

Conjunto Jovens do Prenda reedita concerto na Trienal

O histórico agrupamento Os Jovens do Prenda recebe hoje, a partir das 21h00, uma distinção, no Palácio de Ferro, no seguimento das homenagens que a III Trienal de Luanda tem vindo a desenvolver e que este mês são dedicadas aos conjuntos musicais.

Os Jovens do Prenda
Fotografia: Edições Novembro

Canções como “Fim-de-semana”, “Sandra”, “Teté”, “Mutudi”, “Gienda ni ubeka”, “Aiue ngongo”, “Isabel”, “Mexilhão”, “Ilha virgem”, “Angelica”, “Nova Cooperação”, dentre outras que marcam os mais de 40 anos da formação são interpretadas e executadas no palco Ngola.
Dom Caetano (voz), Augusto Chacaya (voz), António Paulino (voz), António Imperial Baião (guitarra ritmo), Carlos Timóteo (baixo), Zé Mueleputo (guitarra solo), Zé Abílio (contra solo), Esteves Bento (tambores), Rabuni Josué (teclado), Chico Monte Negro (voz e bongos), e Didi da Mãe Preta (voz e dikanza), os dois últimos membros fundadores voltam a pisar o palco da Trienal, desta feita como “Os Jovens do Prenda”.
Os Jovens do Prenda, que vem de uma sequência de homenagens: Show do Mês, nos dias 28 e 29 de Abril, e Muzonguê da Tradição, no último domingo no Centro Recreativo e Cultural Kilamba, na homenagem a Zé Keno, actua pela primeira vez depois da reunificação das quatro gerações.

Tempo

Multimédia