Cônsul cubano elogia alunos angolanos

Manuel Albano|
3 de Agosto, 2014

Fotografia: Kindala Manuel

O cônsul de Cuba em Angola, Reinaldo Valdês, elogiou ontem, em Luanda, o resultado positivo da cooperação entre os dois países na área cultural, devido à formação de centenas de crianças, em várias especialidades.

O diplomata fez o elogio no final do concerto de encerramento do primeiro semestre do ano lectivo da Escola de Música do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS).
Reinaldo Valdês referiu que o acordo, no domínio da formação artístico-cultural, vai permitir instruir os futuros professores das instituições de ensino angolano. “Vamos continuar a fortalecer os laços de amizade com o intuito de ajudar a realizar o sonho de muitas crianças angolanas”, disse.
Os professores cubanos e angolanos, garantiu, vão continuar a trabalhar juntos, de maneira a contribuir para o crescimento e evolução da música. “Temos excelentes profissionais, formados mesmo com poucos recursos financeiros. Agora queremos passar essa experiência aos futuros artistas angolanos”, declarou.
O chefe do Centro de Documentação e Informação do MAPTSS, Julião Neto, disse que o objectivo do projecto é continuar a apostar na formação profissional e musical das crianças angolanas.
Esta é uma maneira de ajudar muitas crianças a terem uma orientação musical e manterem os seus tempos livres ocupados, salientou. “É importante termos crianças formadas, porque o país precisa de mais quadros para o seu desenvolvimento artístico”, reforçou.
A coordenadora do projecto do MAPTSS, Vanessa Tabares, disse que a formação tem o objectivo de explorar o talento dos alunos com idades entre os sete e os 25 anos, nas especialidades de piano, violino, violoncelo, guitarra, viola baixo, saxofone, percussão e bateria.
Os alunos também frequentam aulas de Educação Moral e Cívica, para melhorarem o comportamento perante o público. “O principal objectivo é formar, até Dezembro, músicos que vão ser futuros formadores de outras gerações. Temos mais de 400 alunos no projecto, o que significa que as crianças têm vontade de aprender”, disse.
No seu primeiro concerto público, os alunos do grupo Educação Musical interpretaram os temas “Companheiro sei tocar”, enquanto a Orquestra de Guitarras apresentou as composições musicais “Minuet”, “Bourreé” e “Blue”.
O outro destaque do concerto foi a actuação da Orquestra Um só Som, que tocou “Aladino”, de Alan Menken, “La misión”, de Ennio Morricone, “Yenyere”, folclore cubano, “Piratas del Caribe”, de Klaus Badelt, e a Geração Angospel, que encerrou o concerto com o tema “Palco da vida”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA