Festival revela talentos


20 de Janeiro, 2016

Fotografia: Arquivo | Dstv

Mais quatro candidatos foram apurados no “show” ao vivo realizada na noite de domingo para a fase seguinte do concurso The Voice Angola, cuja gala realiza-se no próximo dia 30.Trata-se dos jovens Rafael Sampaio, Esperança Miranda, Preciosa Widney e Alfredo Yungi.

Após as “performance” de cada um dos quatro talentos que restaram em cada uma das equipas, os mentores (Paulo Flores, Yola Semedo, Dj Tafinha e Wlater Ananás) tiveram a difícil missão de escolher apenas um para aquele que vai ser o penúltimo episódio do The Voice Angola.
Os três concorrentes não escolhidos de cada equipa vão para a votação do público. Antes da escolha dos candidatos que seguiriam em frente, os mentores ficaram a saber que concorrentes os seus que tinham sido relegados para a votação do público no episódio anterior não haviam sido escolhidos.
“Mandar estes talentos para casa é como separar-se de algo muito importante nas nossas vidas, pois formámos um elo muito grande”, considerou Paulo Flores no final do episódio. Já Dj Tafinha frisou que o mais difícil é ter que escolher pessoas excepcionais, que evoluíram muito no seu aprendizado.
As regras do concurso determinam que nesta etapa do programa, o público apenas podem salvar um candidato de cada mentor, que se vai juntar ao outro já escolhido pelo mentor. Com isso, cada mentor vai estar representado por apenas dois talentos na penúltima gala. Estes vão actuar e tentar impressionar o público e não os mentores, porque a partir da penúltima gala os mentores do The Voice Angola não têm mais direito a salvar nenhum candidato.
O The Voice Angola surge da parceria entre a MultiChoice e a African Media & Production Network (AMPN) empresa produtora do “show”. O The Voice é um “show” de televisão internacional que se baseia numa competição de canto, em que tem como propósito a descoberta de talentos musicais com personalidades vibrantes e com grande capacidade de entreter. O programa é mundialmente conhecido e tem a particularidade de elevar para o estrelato talentos até então anónimos e catapultá-los para um mundo de fama e sucesso. Esta é a primeira temporada de The Voice Angola produzido no continente.
Os participantes são aspirantes a cantores e competem em audições públicas. Na primeira fase denominada de “Audições Cegas”, quatro mentores, todos artistas, ouvem os concorrentes sentados, virados para a audiência e de costas para o concorrente, onde simplesmente têm que ser impressionados pela voz. Se o treinador interessar-se pela voz deste deve pressionar o botão para virar a cadeira e conhecer o candidato. O objectivo final é ser o vencedor do The Voice Angola.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA