Cultura

Finalistas do Top reunidos

Edvaldo Lemos

Os finalistas desta edição do Top dos Mais Queridos foram informados, na terça-feira, em Luanda, pela comissão organizadora do concurso, sobre os regulamentos e o valor do prémio, actualmente orçado em dois milhões de kwanzas.

Músico Jojó Gouveia é um dos favoritos do público
Fotografia: Contreiras Pipa | Edições Novembro

Este ano, o vencedor do prémio da Crítica, uma categoria à margem da escolha do público, recebe 1.500.000 kz, enquanto o segundo e terceiro classificados do concurso recebem um milhão e 800 mil, respectivamente. Os outros candidatos são distinguidos com diplomas de participação.

No encontro, realizado na sede da Rádio Nacional de Angola (RNA), organizadora do concurso, os artistas nomeados e os respectivos representantes receberam ainda informações sobre o formato desta edição, as categorias em concurso e a data de divulgação dos votos.
O músico Bessa Teixeira, o mais velho entre os concorrentes desta edição, elogiou o procedimento da organização de analisar, em conjunto, o regulamento e as normas do Top. “A organização quer realizar este ano uma edição inquestionável, em termos de escolha do favorito do público”, disse, adiantando que o facto de agora os artistas poderem também fazer campanha é uma mais-valia.
Este ano, a organização também informou que o prémio dos primeiros classificados pode ser convertido em bens materiais, num valor igual ou superior ao estipulado. Ao contrário das edições anteriores, agora, o cupão de voto vai ter o nome do ouvinte, a província, idade, o nome do cantor e a música. Os cupões vão estar disponíveis na Portaria da RNA, a nível nacional. Os demais ouvintes podem votar por telefone, Facebook, mensagens e no website da RNA.
Um dos membros da organização, Bruno Ivo, disse, no acto, que o músico Gerilson Insrael já tem vários votos em diversas províncias e é o mais votado entre os ouvintes da Lunda-Sul, enquanto Bessa Teixeira e Yannick Afroman estão entre os predilectos no Uíge, Cabinda e Zaire.
Quanto à selecção dos cantores desta edição, explicou que foi usado um critério baseado no nível de audiência de cada um dos concorrentes, tendo apontado o exemplo de Bruna Tatiana e Noite e Dia, que tiveram muitos votos em Luanda, mas não conseguiram impor-se noutras províncias. “Por isso, alguns músicos não estão entre os dez finalistas, apesar da popularidade.”
O Top dos Mais Queridos é um concurso anual, criado com o intuito de promover a música angolana e elevar a cultura.

Tempo

Multimédia