Folclore de Kituxi no Palácio de Ferro


27 de Abril, 2017

Fotografia: Paulino Damião | Edições Novembro

“Mestre Kituxi”, figura central da banda folclórica “Kituxi e seus Acompanhantes”, é cartaz desta sexta-feira na III Trienal de Luanda, num concerto em sua homenagem no Palácio de Ferro.

Considerado uma das maiores figuras da música tradicional angolana (MTA), Kituxi está há anos afastado dos palcos por questões de saúde. Jorge Mulumba, seu sobrinho, tem sido o continuador do seu legado.
No referido “concerto-homenagem”, sobe ao palco a actual formação do conjunto “Kituxi e seus Acompanhantes”, com Inó Gonçalves, no tambor solo, Zé Fininho, na dikanza, Raul Tolingas, no tambor baixo, Nando Francisco, no mukindu, e Jorge Mulumba, na voz principal, hungu e puíta.
Kituxi é o quarto homenageado do mês pela Trienal de Luanda. Em 2016, o Grupo Kituxi apresentava-se às sextas-feiras e, fruto dessa parceria, chegou a actuar em Julho do mesmo ano na Casa da Música do Porto (Portugal).
É também no quadro da valorização dos artistas que a Trienal de Luanda tem vindo a desenvolver, que foram já homenageados Marito, Zé Keno, Xabanú, Matadidi, Joãozinho Morgado e Boto Trindade. O tributo a Kituxi antecede o projecto de “Música Tradicional” com início aprazado para 4 de Maio. Kituxi tem quatro obras publicadas: “Nguitambulé” (1984), “Dingongenu” (2001), “Kufikissa” (2009) e “Kene Kimoxi” (2016).
Miguel Francisco dos Santos Rodolfo nasceu em Luanda no dia 4 de Junho de 1940. No dia 13 de Maio de 1980, acompanhado por Chico Açucareiro, no mukindo, Inó Gonçalves, na ngoma solo, Antoninho Parte os Cornos, na ngoma base, Adãozinho, que substituiu Manuel Baptista “Manuelito” na dikanza e na voz principal, hungu, kissanje e puíta, fundou a banda “Kituxi e seus Acompanhantes”.
A III Trienal de Luanda teve início no passado dia 1 de Novembro de 2015 e vai até finais de Agosto do corrente ano, sob o lema “Da utopia à realidade”. Esta iniciativa cultural visa resgatar, preservar e divulgar as obras e os criadores angolanos que trabalham para o desenvolvimento da nossa hegemonia cultural, nas mais variadas disciplinas artísticas.

capa do dia

Get Adobe Flash player



ARTIGOS

MULTIMÉDIA