Inéditos de Ary na Ilha do Cabo

Roque Silva |
11 de Agosto, 2015

Fotografia: Eduardo Pedro

A cantora Ary realiza sexta-feira, às 22h30, no espaço Lookal Ocean Club, na ilha do Cabo, em Luanda, um concerto em que se propõe interpretar os êxitos de sua autoria, temas inéditos e canções nacionais da década de 80.

A artista disse, ontem, numa conferência de imprensa, realizada no referido espaço, que as novas canções, nos géneros semba, kizomba e afro house, são uma mostra do seu terceiro CD de originais.
A cantora referiu que  apresenta mais de 20 temas, de sua autoria, dos discos “Sem Substituições” e “Crescida mas ao meu jeito”, de projectos em que participou e de alguns cantores angolanos que marcaram a década de 80. “Grande Amor”, “Isso vai dar bum”, “Mamã”, “Escangalha”, “Funge na cachupa” e “Pelo menos 50”, são, segundo Ary, alguns dos temas que tem ensaiado para o espectáculo com suporte de uma banda integrada por Énio Gourgel (percussão), Simão António (baixo), Jerker Quimuanga (guitarra), Alberto Jonathan (piano), Alexandre Biri (bateria), Neide da Luz e Dorgan Nogueira (coros).
Ary adiantou ainda que “pretende fazer um concerto memorável”, em duas horas, razão pela qual convidou os músicos Yuri da Cunha, Yannick Afroman, Telma Lee, JD, Cage One e Tânia Chavana. Depois do concerto, em comemoração a mais um aniversário natalício da cantora, o produtor Agnelo Henriques informou que acontece uma festa “After Party”, dedicada aos anos 80, aberta ao público, cuja animação musical está a cargo dos DJ Dias Rodrigues, Mangala e Malvado Júnior.
A artista já foi distinguida na categoria de melhor voz lusófona, do Prémio da Música Africana da cadeia televisiva MTV, denominado MTV África Music Awards, realizado este ano em Durban.
Ary é ainda detentora do Top dos Mais Queridos da Radiodifusão Nacional de Angola (RNA), edição 2014, assim como finalista da próxima edição do concurso, com a música “Despedida do lar”, tema original de Beto Cruz.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA