Kyaku e Damásio em grande ''show''

Roque Silva |
23 de Outubro, 2015

Fotografia: José Soares

Kyaku Kyadaff e Matias Damásio interpretam, amanhã, no Lookal, na Ilha do Cabo, em Luanda, uma nova proposta musical, durante  o concerto a ser realizado a partir das 22h30, no qual o primeiro músico é o anfitrião.

O concerto, o terceiro de Kyaku Kyadaff este ano, depois do Centro de Conferencia de Belas, em Março, e o da Casa 70, em Junho, visa saudar os 40 anos de Independência de Angola. A canção, cujos artistas, por sinal tem a mesma idade, 33 anos, preferem manter as impressões digitais para a produção e o título no anonimato, foi elaborada no género kizomba e composição conjunta.
O agente de Kyaku Kyadaff disse que a interpretação do tema constitui um dos momentos altos do concerto por se tratar de uma nova proposta musical construída por dois dos mais apreciados artistas jovens do mercado, fruto da qualidade do seu trabalho, baseado nas composições e interpretações.
Nelson David afirmou que o dueto surge a pedido dos amantes da música nacional e da crítica que os elogia constantemente. “Ambos são liricistas aplaudidos e já fazem parte do leque dos artistas talentosos e que mais agradam os apreciadores da música nacional. Kyaku Kyadaff é um talento em ascensão, enquanto Matias Damásio surgiu mais cedo e é um papa títulos”, referiu.
O concerto tem a duração de hora e meia, no qual, além do dueto inédito, Kyaku Kyadaff vai cantar 18 temas seus, com destaque para “Entre 7 e 7 Rosas” (Melhor Kizomba e Música do Angola Music Awards 2014), e “Prazer Quebrado”, que o consagrou terceiro classificado Top dos Mais Queridos 2015.
Matias Damásio, vencedor do Top dos Mais Queridos 2007 e 2013, vai interpretar alguns sucessos, com realce para os que constam nos discos “Por amor”, “Por Angola”, “Amor e festa na lixeira” e “Vitória”.
O suporte musical do concerto é garantido por uma banda integrada por artistas nacionais.
Nelson David disse ao Jornal de Angola que o concerto está a ser preparado ao pormenor para que seja interactivo, indelével, animado e enérgico. “O anfitrião, a sua banda e o artista convidado querem festejar os 40 anos de Independência na companhia dos amantes da boa música que marcou parte da história da cultura angolana”, disse. 
A produção informou que tem já garantida a segurança, além de que a sua lotação está quase esgotada, restando apenas 30 por cento dos 1.500 bilhetes colocados à venda.
Kyaku Kyadaff é um dos artistas mais requisitados da sua geração na actualidade. Foi um dos convidados para o concerto deste mes do projecto Muzongué da Tradição, no qual também subiram ao palco do Centro Cultural e Recreativo Kilamba, em Luanda, os músicos Elias dya Kimuezo, Pedrito e Eddy Tussa.
Em 2012 começou a ganhar notoriedade, 12 anos depois de uma carreira artística no anonimato, quando venceu os prémios Festival Nacional de Trova e Variante, como representante do Zaire.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA