Martinho da Vila protagoniza fita sobre samba


24 de Julho, 2014

Fotografia: AFP

Martinho da Vila é o protagonista do filme “O Samba”, realizado por Georges Gachot, que é um dos documentários em destaque na sexta edição do Paulínia Film Festival, que começou terça-feira, em São Paulo.

No documentário, o cantor guia o espectador pelo universo do samba, ao contar histórias sobre a sua carreira e apresentando a escola de samba favorita, Unidos de Vila Isabel.
O documentário, que é exibido hoje a partir das 18h00, não é o primeiro filme no qual músico participa. Para Martinho da Vila, a experiência de trabalhar com o realizador francês no documentário foi gratificante.
“Georges Gachot é um cineasta muito competente e fez vários filmes sobre música. Foi muito bom trabalhar com ele e hoje já somos amigos”, afirmou.
George Gachot realizou já filmes sobre Maria Bethânia (“Maria Bethânia: Música é Perfume”, 2005) e Nana Caymmi (“Rio Sonata”, 2010). “O Samba” é o seu nono documentário. Além do músico, o documentário tem as participações de Nana Mouskouri, Mart’nália, Ney Matogrosso, Leci Brandão, Zeca Baleiro e Beth Carvalho.
“O ponto forte do filme é a música. A imagem de que mais gosto é a de uma mulher do povo, a dançar a seguir a Carnaval nos arredores do sambódromo do Rio de Janeiro”, deeclarou Martinho da Vila.  O músico, que é um dos convidados especiais do festival, disse que nunca esteve no festival.

Abertura

O Festival de Cinema de Paulínia começa com a exibição da cine biografia do escritor Paulo Coelho, realizada por Daniel Augusto, com a participação especial do actor Julio Andrade.
A organização anunciou que homenageia no festival os 25 anos da distribuidora brasileira de cinema IMOVISON, que é parceira do Paulínia Film Festival desde a sua criação. Estão confirmados a presença de realizadores e actores dos filmes da Imovision, com destaque para Abel Ferrara, Jacqueline Bisset, Georges Gachot, Martinho da Vila, Toni Gatlif e Matheo Boisselier.
O festival encerra no domingo, com a cerimónia de entrega dos prémios aos melhores filmes em competição e com a exibição da longa-metragem “Bem-Vindo a Nova York”, de Abel Ferrara.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA