Cultura

Maya Cool proporciona dois momentos acústicos

Maya Cool realiza hoje e amanhã, pelas 19h00, no Camões - Centro Cultural Português, em Luanda, dois concertos denominados “Momento Acústico”, com as participações de Walter Ananaz, Cristo e Lito Graça, como convidados.

Cantor tem agendado para hoje e amanhã a realização de dois concertos acústicos no Camões
Fotografia: Mota Ambrósio | Edições Novembro

Com cinco discos no mercado, nomeadamente “Lágrimas”, “Igual a Ti”, “Anjo”, “Amores” e “Certeza”, Maya Cool vai fazer uma introspecção no seu reportório recorrendo a temas do início da carreira como cantor infantil, na altura conhecido por Lucas de Brito.
Os concertos do autor de “Moringa”, “Nelson Mandela” e “1 de Junho”, sucessos dos tempos dourados da canção infantil angolana, na década de 1980, estão inseridos no projecto do Camões de promover a arte e os artistas, cedendo o seu espaço, apoiando a produção e divulgação, sem quaisquer contrapartidas. Os ingressos estão à venda no local dos concertos ao preço de cinco mil kwanzas.
O cantor, que conviveu com outros artistas renomados, na época, como Ângelo Ramos (Boss), Mamborrô, Joseca, Lopes Cortez, Maranax, entre outros, vai ter a prova um teste difícil, dois concertos acústicos, depois de no último domingo ter promovido um espectáculo ao vivo, no Resort Bantu, nas imediações do Kicuxi, com as participações de Euclides da Lomba, Eduardo Paím e Lito Graça.
Maya Cool, de seu nome próprio Lucas de Brito Pereira da Silva, nasceu e cresceu em Luanda no Bairro da Terra Nova no Rangel. Desde cedo descobriu os seus dotes musicais, influenciado pela mãe e por um professor do ensino primário. Iniciou-se no grupo coral da igreja católica. Depois, participou no concurso da Rádio Nacional “Pio-Piô”, que lhe abriu as portas para o público, permitindo-lhe a convivência com nomes já consagrados da música.
Em 1991, emigrou para Portugal, onde conheceu e integrou a banda de Eduardo Paim, primeiro como corista, e posteriormente, como teclista. Em 1997, gravou o seu primeiro disco “Lágrimas”, que conquistou o “Disco de Ouro”. Nesse ano, foi o “Músico do ano” no Top Rádio Luanda.
Em 1998, gravou em Portugal e Holanda, o seu segundo CD “Igual a Ti” , no qual participaram Mariza, SSP e Grace Évora. Em 2007, foi vencedor do “Top dos Mais Queridos” da RNA.

Tempo

Multimédia