Ministério da Cultura lembra valor artístico


19 de Janeiro, 2015

Fotografia: Arquivo | Jornal de Angola

A ministra da Cultura afirmou ontem num comunicado que o malogrado cantor Nick, falecido sexta-feira, em Luanda, vítima de doença, fazia “parte de uma nata de artistas de referência”.

Rosa Cruz e Silva lembrou que o malogrado dividiu palcos com alguns artistas angolanos de referência, entre os quais Carlos Lamartine, Pedrito, Lulas da Paixão, Bangão, Carlos Burity, Pakito, Clara Monteiro, Fató, Givago, Zizí Mirandela, Nany e Elias dya Kimuezo, bem como com os grupos Jovens do Prenda, Kiezos e, ultimamente, Kituxi e Seus Acompanhantes, que em Setembro, viu partir um dos seus integrantes, Antoninho  Parte os Cornos.
Manuel Constantino, nome de baptismo de Nick, Natural de Guimbe, Icolo e Bengo, contribuiu para o surgimento de valores que hoje consagrados, como Luís Lau e Baló Januário.
O texto refere que “nesta hora de luto e de dor, o Ministério da Cultura e o seu colectivo de trabalhadores inclinam-se” perante memória de Nick e endereçam à família enlutada e aos artistas angolanos profundos sentimentos de pesar.
O secretário-geral da União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAC), Belmiro Carlos, disse que “o país perdeu um grande músico, com características própria de actuar”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA