Cultura

Música evangélica ganha espaço no continente

Roque Silva |

A indicação do Coral Monte Sinai para Melhor Grupo/ Artista de Música Evangélica na terceira edição dos Prémios de Entretenimento Africano (African Entertainment Awards  - AEA–USA), demonstra a aceitação da música evangélica angolana no continente.

Elizabeth Mambo é a vocalista principal do Coral Monte Sinai indicado ao prémio africano
Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

Pela primeira vez em vários anos, um representante angolano deste género musical distinto pelas composições de teor educativo é nomeado numa categoria em prémios de música moderna, aos quais se destacam o referido prémio (AEA-USA), African Muzik Magazine Award (AFRIMMA), All Africa Music Awards (AFRIMA) e o Kora Awards, o de maior expressão (criado em 1996).
A inscrição do conjunto afecto a Igreja Metodista Unida (IMU) prova o claro crescimento da música gospel angolana, a julgar pela inclusão de novos talentos e instrumentos musicais modernos para a produção das canções, disse a representante  para os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) do prémios AEA-USA, cujas inscrições  estão abertas e podem ser feitas online na sua página oficial www.aeausa.net.
Nilza Lima disse ao Jornal de Angola que a indicação do Coral Monte Sinai abre as portas para que outros cantores do referido género musical passem a ser ouvidos e acompanhados em todo o continente. “Este é o início de um futuro risonho para os artistas nacionais e os cantores evangélicos ganham uma nova e clara exposição, algo merecido porquanto tudo o que têm feito nos últimos anos”, disse a representante dos PALOP.
A terceira edição conta com um elevado número de representantes angolanos, 31 em 22 categorias ligadas a música, a media e Organizações Não-Governamentais. Yola Semedo está indicada para Artista Feminina do Ano, CEF e Nerú Americano ( Artista Revelação), Força Suprema (Melhor Grupo), Os Banah (Melhor Artista Dançante). Anselmo Ralph e Nsoki concorrem em quatro categorias, cada.

Promoção de músicos

A organização do AEA-USA prestou ainda atenção às áreas ligadas a promoção e divulgação dos cantores, pelo trabalho que têm desenvolvido nos últimos meses. Karina Barbosa e Jacinto Jaci estão nomeados para Promotor do Ano, enquanto Nilza Lima (Melhor Agente) e Maria Borges e Sharam Diniz (Melhor Modelo).
A Rádio Luanda, do grupo Rádio Nacional de Angola, concorre para Melhor Rádio Palop, Zap (Melhor TV), Platina Line (Melhor Portal), Daniel Nascimento e Victor Hugo Mendes (Apresentador do Ano), Fundação Vida (Prémio Comunitário) e Pinto Conto (Melhor Empresário).
Segundo o Comité Organizador, os nomeados fazem parte de uma lista dos que mais se destacaram nas suas áreas de trabalho de Novembro de 2016 a Junho deste ano, depois de uma avaliação feita ao serem indicados pelos representantes de cada região ou país de África.

Tempo

Multimédia