Musical gera ansiedade


31 de Dezembro, 2014

Fotografia: Divulgação

A estreia de “Rent”, a primeira produção musical realizada em Cuba em colaboração com uma equipa especializada da Broadway, está a suscitar o interesse de inúmeros admiradores desse género de teatro.

A célebre obra vencedora do prémio Pulitzer e quatro Tony tem a sua estreia marcada para o próximo final de semana, no Centro Cultural Bertolt Brecht, devido a uma colaboração entre o Conselho Nacional das Artes Cénicas de Cuba e a Nederlander Worldwide Entertainmet, dos EUA.
“Rent”, criação do norte-americano Jonathan Larson, fica em cartaz até finais de Março de 2015 e é protagonizada por actores cubanos que falam e cantam em espanhol.
O director artístico Andy Senhor Júnior, que foi um dos protagonistas da estreia na Broadway em 1996, disse que a peça toca temas muito humanos e oferece também uma oportunidade a um elenco de artistas jovens, de se provarem como actores, bailarinos e cantores.
Jonathan Larson tomou como base a famosa ópera “A Boheme”, de Giacomo Puccini, e imaginou o seu argumento numa comunidade pobre de Nova Iorque, no fim da década de 1980, e escreveu as inquietudes próprias dessa época. Os protagonistas em lugar de enfrentarem a tuberculose, doença que fazia estragos em 1896 quando se estreou a peça “A Boheme”, em “Rent” enfrentam a Sida.
Este foi um dos primeiros musicais a apresentar claramente personagens homossexuais e bissexuais, ainda expõe ideias sobre o vício, o contágio da Sida, a liberdade sexual e a insegurança social, mas os seus produtores preferiram realçar a defesa à vida. Devido ao sucesso imediato de “Rent”, o espectáculo passou a ser encenada no maior teatro de Broadway e esteve dez anos em cartaz.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA