Músico leva CD ao Huambo

Estácio Camassete | Huambo
23 de Julho, 2014

Fotografia: Adérito Cortez

O músico Flay promoveu no fim-de-semana no Jardin da Cultura, na cidade do Huambo, uma sessão de venda e assinatura de autógrafos do seu mais recente disco intitulada “Flay 20 anos”.

O disco, com 29 faixas e um DVD que inclui alguns clipes sobre a carreira do músico, foi vendido a dois mil kwanzas.
O “Menino de Catombela”, como também é chamado, disse que o álbum “Flay 20 anos” visa auto-valorizar a sua trajectória como músico, que começou na sua terra natal até ao auge, pelo que se sente realizado e contribui para o engrandecimento da cultura nacional.
“Não devo olhar só para a componente financeira. Para mim, o mais importante é levar a voz a todos os pontos do país, com maior realce para os criadores e amantes da música do Flay”, afirmou. “É sempre bom estar com os meus fãs, num momento em que a adesão é maior no Huambo e as vendas foram boas”, salientou.
O músico já vendeu o disco nas províncias de Luanda, Benguela, Cuando Cubango, Bié e Huambo, e tem prevista uma digressão ao Namibe e Huíla. O artista tem no mercado seis discos: “Com doçura”, “Catombela meu berço”, “Lições de vida”, “Desabafo”, “Sempre firme” e “Flay 20 anos”.
Flay actuou pela primeira vez no estrangeiro como vocalista principal da Banda FESA, em Havana, no Festival de Raízes Africanas “Wemiller”. Posteriormente, cantou na Namíbia, Brasil, Moçambique, Cabo Verde, no Festival Baía das Gatas, e nos Estados Unidos. Em 2003, cantou no Festival do Kora, na África do Sul. No mesmo ano, participou na Festa da Independência Nacional daquela país.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA