Músico quer qualidade


1 de Janeiro, 2015

Fotografia: Kindala Manuel

O músico Célsio Mambo instou, em Luanda, os autores da música gospel a primarem pela qualidade.

Os músicos devem primar por produzir trabalhos com elevada qualidade temática e de mensagens que enaltecem o Criador e auxiliam na mudança de comportamento humano sobre diversos aspectos negativos.
As mensagens das músicas colocadas ao dispor do público têm sido muito básicas e às vezes servem mais para recrear do que levar o ser humano à reflexão sobre o estado espiritual e o modo de vida.
“A música gospel está a ocupar o seu espaço e a crescer, hoje este estilo já saiu dos quatro cantos de uma igreja e atingiu outros rumos. Crescemos na quantidade, mas ainda pecamos em qualidade”, afirmou. Sobre a inserção do estilo kuduro na música gospel, o artista referiu que “deixa a desejar”, porque o gospel é um género espiritual que deve ser respeitado.
Natural de Luanda, Célsio José Mambo tem 27 anos e é regente do coro da Igreja Metodista Unida do Monte Sinai. Publicou os discos “Mais do que Vencedores”, editado em 2010, e “Mais Perto” (2014), além do single “Melodias da Minha Alma”, editado em 2013.
Teve igualmente participação no programa televisivo “Gala à Sexta-Feira” e em 2006 participou no Festival da Canção de Luanda, sagrando-se vencedor, com a música “Lunga ny Kalunga”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA