Músico Roberto Carlos distinguido no Grammy


22 de Novembro, 2015

Fotografia: reuters

A Academia Latina de Gravação, responsável pelo Grammy Latino, promoveu, ontem, em Las Vegas, nos Estados Unidos, um concerto em homenagem ao músico brasileiro Roberto Carlos.

A instituição, que já tinha eleito, em Junho deste ano, o cantor brasileiro Personalidade do Ano 2015, convidou os cantores Paula Fernandes, Alejandro Sanz, Carlos Vives, Romeo Santos, Seu Jorge e Dionne Warwick para participarem da homenagem. No seu site oficial, a academia explicou que Roberto Carlos “foi escolhido por suas contribuições artísticas e sociais importantes à música e cultura latino-americanas”.
“Com uma carreira de mais de 55 anos, a paixão do cantor e compositor brasileiro pela música começou aos nove anos, quando cantou pela primeira vez no rádio”, explicaram. “A partir de então, compôs mais de 500 canções. Ele é o único músico brasileiro a vender mais do que os Beatles ou cantor norte-americano Elvis Presley, com mais de 120 milhões de álbuns comercializados na América Latina.”
Depois de ter sido o principal nome da Jovem Guarda, adiantou a Academia Latina de Gravação, Roberto Carlos se transformou, nos anos 1970, no rei das canções românticas e imortalizou músicas que se tornaram clássicas. “É um prémio muito merecido”, explicou o presidente da instituição, Gabriel Abaroa Júnior. “Consagra um dos artistas mais importantes do Brasil e da América Latina.”
Além do tributo a Roberto Carlos, de 74 anos, a academia pretende ainda realizar uma gala de homenagem à carreira profissional de outros nove artistas, entre ele o também cantor e compositor brasileiro Djavan.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA