Músicos angolanos cantam em Dallas


10 de Outubro, 2015

Fotografia: Santos Pedro

O meio musical angolano pode celebrar hoje um feito importante, no caso de os representantes do país vencerem uma das seis categorias do concurso “African Muzik Magazine Awards - Afrimma”, para as quais concorrem.

De acordo com um comunicado de imprensa da Aldácia Digital (empresa correspondente da Afrimma em Angola) a que a agência Angop teve acesso, o concurso conta com mais de 200 concorrentes de 25 países e vai ser transmitido em directo para o continente africano no “International Television Power House”.
Yuri da Cunha e Coréon Du, na categoria de “Melhor Artista Masculino da África Central”, Yola Semedo (Melhor Artista Feminina da África Central), a dupla B4 (Melhor Grupo Africano), os Detroia (Melhor Dança de Vídeoclip), NGA (Melhor Artista de Rap) e Klasszik & JKP Studio (Melhor Director de Vídeo) são os representantes angolanos no concurso.
O prémio, que já vai na segunda edição, é uma iniciativa da African Music Magazine, revista dedicada à música africana editada nos Estados Unidos, em parceria com a “Big Enterteinement”.
A gala de premiação acontece hoje no Eisemann Center, uma das maiores salas de espectáculo de Dallas, nos Estados Unidos. O recente vencedor do Top dos Mais Queridos, promovido pela RNA, Yuri da Cunha, é o único angolano que vai actuar na gala, cuja apresentação está a cargo do comediante Basket Mouth e da actriz Juliet Ibrahim.
Em disputa estão 28 categorias, seis das quais envolvendo artistas nacionais. Os angolanos concorrem em distintas categorias ao lado de nomes como Fally Ipupa (RD Congo), Nelson Freitas (Cabo Verde), Arielle T (Gabão), Coco Argentee (Camerões), Betty Akna (Guiné Equatorial), Psquare (Nigéria), Bana C4 (Congo), Toofan (Togo), Sauti Sol (Quénia), Black Motion (África do Sul), R2bees (Ghana), Magic System (Costa do Marfim) e Toofan - Orobo (Togo).

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA