Prémio Nacional para Rui Mingas

Manuel Albano |
22 de Outubro, 2015

Fotografia: Santos Pedro

O músico e compositor Rui Mingas é o grande vencedor da edição 2015 do Prémio Nacional de Cultura e Artes, na categoria de música.O escritor José Luís Mendonça foi o vencedor na categoria da Literatura.

Pelo documentário “Langidila”, os realizadores Nguxi dos Santos e José Rodrigues venceram na categoria Cinema e Audiovisual.Avaliado em 3,5 milhões de kwanzas, o prémio distinguiu o artista plástico António Ngonga e o grupo de Dança Rebita “Os Novatos da Ilha” pelo conjunto das suas obras. Ao grupo de teatro Julu foi atribuído o prémio pela peça “A Filha do Bruxo”, em que se retrata o percurso histórico desde o século XIX, ressaltando a personalidade dos nacionais que conseguiram manter viva a chama da identidade cultural confrontada com o período da inquisição e o poder colonial. Na Investigação em Ciências Humanas e Sociais, o prémio foi atribuído a Ilídio do Amaral pela obra “Luanda, Estudo de Geografia Urbana”, que constitui a primeira monografia de carácter científico da cidade de Luanda e o resultado do seu estudo.
Os distinguidos foram anunciados ontem, no Centro de Imprensa Aníbal de Melo, em Luanda, pelo presidente do júri do prémio, António Fonseca, que destacou a primazia do júri pela excelência nos trabalhos eleitos.
A ministra da Cultura, Rosa Cruz e Silva, disse que o prémio tem permitido resgatar o conhecimento de figuras que nos seus contextos desenvolveram trabalhos com rigor estético que continuam actuais e devem ser transmitidos às novas gerações.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA