Cultura

Projecto “Voz do Artista” escuta a classe no Marçal

Manuel Albano |

O actual estado da música e a condição social dos artistas angolanos são o destaque do encontro de auscultação, que  o núcleo “Voz do Artista” promove hoje, a partir das 8h30, no espaço Grémio, situado no bairro Marçal, no distrito urbano do Rangel.

Em declarações ontem ao Jornal de Angola, Soky dya Nzenze, um dos organizadores da actividade, disse que os participantes vão poder trocar experiências sobre a fraca realização de actividades culturais, fruto do actual momento financeiro que o país atravessa.
O encontro, no qual espera-se a participação de mais de 100 artistas, vai procurar novos paradigmas para as iniciativas dos criadores. “Queremos promover encontros que possam ser uma mais-valia e trazer subsídios para o aumento das actividades culturais”, disse. O projecto, que na última edição esteve no município do Cazenga, que já esteve no bairro Prenda, no distrito da Maianga, explicou Soky dya Nzenze, vai circular pelos distritos e municípios da cidade capital e vai conciliar a realização de actividades culturais desenvolvidas nessas localidades.
Adicionando esses factores, o encontro de auscultação tem como objectivos fundamentais promover e incentivar a criatividade, particularmente para desenvolver as suas próprias empresas, através das artes, explicou o responsável. O núcleo “Voz do Artista” é um espaço comum que visa o debate de ideias para obter resultados positivos para os problemas da classe artística, numa relação de diálogo e intermediação.

Tempo

Multimédia